Instalando o cPanel DNS Only

Continuando o meu artigo anterior, onde apresentei o cPanel DNS Only e a importância de se ter um servidor DNS secundário externo ao seu servidor principal, mostrarei abaixo como configurar o cPanel DNS Only para ser o seu DNS secundário.

Para fazer a configuração você precisa de dois servidores. Um é o seu servidor principal, que pode ser tanto um dedicado ou um VPS, onde você tem o cPanel WHM instalado e os sites hospedados nele. O outro servidor poderá ser um VPS simples, que pode ser um com 512MB de memória e 10GB de espaço em disco.

Para facilitar o entendimento do texto, irei chamar o servidor principal de Master e o servidor virtual simples de Slave. O servidor Master já deverá estar em pleno funcionamento, com o cPanel WHM 11.30.3 (build 5) instalado e configurado. Já no servidor Slave vamos instalar o cPanel DNS Only.

Para instalar o cPanel DNS Only em um servidor “puro” (somente com uma instalação básica do CentOS), acesse o seu servidor Slave via SSH e digite os seguintes comandos:

cd /tmp
wget -N http://httpupdate.cpanel.net/cpanel-dnsonly-install.sea
sh cpanel-dnsonly-install.sea

Depois de instalado e configurado o cPanel DNS Only no servidor Slave, vamos acessá-lo via do WHM usando o login root através do endereço https://ip_do_servidor_slave:2087 e seguir os passos normais de configuração do WHM.

Depois de terminado a configuração inicial do WHM, acesse o menu “Cluster/Remote Access”, “Configure Cluster”, marque a opção “Enable DNS clustering” e clique no botão “Change” para para ativar o “DNS Clustering”.

cPanel DNS Only – Ativando o cluster

 

Acesse o menu ”Cluster/Remote Access” e clique em “Setup Remote Access Key“. Copie a chave e cole no bloco de notas para que você possa usar mais para frente.

Agora você deve ativar o “DNS Clustering” no servidor Master, seguindo os mesmos passos usados para ativá-lo no servidor Slave (acesse “Cluster/Remote Access”, “Configure Cluster”, marque a opção “Enable DNS clustering” e clique no botão “Change”).

Ainda no servidor Master e na opção “Configure Cluster”, você deve localizar a opção “Add a new server to the cluster”. Selecone “cPanel” e clique no botão “Configure”. Na tela que abrir preencha as informações como a seguir.

cPanel DNS Only – Novo Servidor

  • Em “Remote cPanel & WHM DNS service” informe o hostname ou o endereço IP do servidor Slave.
  • Em “Remote server username” informe “root”.
  • Em “Under Remote server access hash” cole a chave do servidor Slave que foi gerada no início deste tutorial (aquela que você salvou no bloco de notas).
  • Selecione “Setup Reverse Trust Relationship” para que o servidor Master configure automaticamente o cluster no servidor Slave. A seleção dessa opção irá definir o papel do servidor Slave para Standalone.
  • Em “DNS role” selecione “Synchronize changes” para que o servidor Master envie ao servidor Slave todas as alterações do DNS.
  • Clique em “Submit”.
cPanel DNS Only – Remote Config

 

Voltando à opção “Configure Cluster” o servidor Slave deverá estar aparecendo em “Servers in Cluster” com um ícone verde ao lado, mostrando que a configuração foi feita corretamente.

Ainda no servidor Master, vá no menu “DNS Functions”, clique na opção “Synchronize DNS Records”, selecione a opção “Synchronize all zones to all servers” e clique no botão “Synchronize” para que a sincronização seja realizada.

Pronto, agora você já tem o seu servidor DNS secundário configurado e funcionando em conjunto com o seu servidor principal.

Observação: a diferença entre “Standalone” e Synchronize Changes” é que no primeiro o servidor apenas recebe as informações e não as repassa a nenhum outro servidor do DNS cluster, já no segundo o servidor é o responsável por repassar as alterações do DNS para todos os servidores do cluster com os quais ele está diretamente conectado.

Maclei

Trabalhando com informática a mais de 22 anos, e com internet desde 1999, não costumo esconder o jogo e odeio panelinhas e a falta de verdade que alguns insistem em praticar no mercado.

35 comentários em “Instalando o cPanel DNS Only

  • 4 de dezembro de 2011 em 18:06
    Permalink

    Muito bem explicado e me ajudou bastante.

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2012 em 10:07
    Permalink

    Uma boa dica complementar é: utilize o “screen” para evitar problemas como interrupção do processo por queda da conexão entre estação de trabalho e servidor.

    Exemplo:
    #screen -S install_cpanel

    Caso a conexão seja interrompida, bastará resgatar a sessão assim:

    #screen -x install_cpanel

    Resposta
  • 3 de janeiro de 2013 em 9:33
    Permalink

    Excelente tutorial, vou estudar usar esse DNS da cPanel em outro servidor.

    Resposta
  • 7 de novembro de 2013 em 21:42
    Permalink

    Boa noite,

    Excelente tutorial, mas estou com uma dúvida.

    Eu tenho três servidores, um VPS BR para meu site principal, um VPS para meus clientes, e um VPS EUA para o cluster com cpanel dns only.

    O VPS BR e o VPS EUA estão com o cPanel/WHM em pleno funcionamento.

    No caso o VPS BR seria o servidor master e os outros dois slaves.

    É possível deixar configurado o VPS BR com o ns1 e o cluster com o ns2? Então o VPS EUA iria utilizar essas duas DNS. Ficaria bom?

    Resposta
    • 8 de novembro de 2013 em 6:46
      Permalink

      O ideal é você ter dois VPS rodando o cPanel DNS Only, assim tem-se uma performance melhor de todo o sistema.

      Resposta
  • 1 de março de 2014 em 15:22
    Permalink

    Boa tarde, eu contratei um VPS e instalei o DNS Only, deu tudo certo conforme seu tuto, devo fazer alguma outra configuração no servidor Master na área dos DNS ?

    Resposta
    • 1 de março de 2014 em 21:19
      Permalink

      Seguindo o tutorial basta que ao você configurar o DNS dos domínios que faça o apontamento para o IP do servidor secundário.

      Resposta
  • 12 de abril de 2014 em 14:09
    Permalink

    Amigo parabéns pelo tutorial, queria saber o seguinte:
    Você recomendou 2 vps br para o dns only apontando para o servidor principal, OK. Eu preciso registrar 2 domínios então ? ex.

    ns1.com.br (vps br 1/ip-a)
    ns2.com.br (vps br 2/ip-b)
    >> apontando para o servidor principal e nele coloco os ns’s e ips dos 2 vps com cpanel dns only certo ?

    melhora algo no geral ? é perceptível ?

    Resposta
    • 13 de abril de 2014 em 9:17
      Permalink

      Obrigado, tento ajudar sempre que eu posso. Você não precisa registrar dois domínios, um domíni é o suficiente para o servidor DNS.

      Resposta
        • 10 de abril de 2015 em 9:14
          Permalink

          Qualquer uma das formas é válida, vai depender de como você vai organizar seu sistema de DNS.

          Resposta
  • 13 de abril de 2014 em 2:17
    Permalink

    Parabéns pelo post, muito útil !!! Salvou aqui …

    Abçs!!!

    Resposta
  • 12 de agosto de 2014 em 19:27
    Permalink

    Amigo somente uma dúvida?

    o servidor principal esta com o dominio meu site.com.br e com os DNs:

    ns1.meudominio.com.br ip – data center dos EUA
    ns2.meudominio.com.br ip – data center dos EUA
    Ambos acima com seus rDns registrados corretamente.

    Aluguei um vps no Brasil da HOST1 PLUS, com dois IPs:
    Instalei o dns only e fiz toda a configuração deste de forma como você citou acima, ficando assim os DNs:

    ns1.meudominio.com ip – ip do datacenter do Brasil
    ns2.meudominio.com ip do datacenter do Brasil
    Este dominio.com esta na godady e la adicionei as entradas abaixo:

    ns1.meudominio.com ip do brasil
    ns2.meudominio.com ip do brasil

    Pergunto, preciso adicionar ao dominio.com.br, mais precisamente no registro.br as entradas ns1.meudominio.com e ip do barsil, ns2.meu dominio.com e ip do brasil, junto as entradas do dominio barsileiro?

    Resposta
    • 12 de agosto de 2014 em 19:30
      Permalink

      Você precisa adicionar o ns1.meudominio.com e o ns2.meudominio.com no registro.br para que seu site meudominio.com.br passe a usar os novos DNS.

      Resposta
      • 12 de agosto de 2014 em 20:14
        Permalink

        Muito obrigado, devo apagar as entradas antigas referentes ao dominio.com.br e adicionar somente as entradas do dominio .com ou devo adicionar ambas?

        Resposta
        • 12 de agosto de 2014 em 20:43
          Permalink

          Outra pergunta por favor, quanto ao rDns antigo não preciso mudar nada?
          somente apago os IPs antigos e adiciono no registro.br os ns1.meudominio.com e o ns2.meu dominio.com esta coreto?

          Resposta
          • 13 de agosto de 2014 em 18:15
            Permalink

            Nos servidores DNS você tem que mudar o DNS Reverso para o do domínio que ficará nele. Já no servidor de hospedagem tem que continuar como está.

        • 13 de agosto de 2014 em 18:09
          Permalink

          Sim, para que ele aponte para os servidores DNS.

          Resposta
          • 13 de agosto de 2014 em 19:04
            Permalink

            Obrigado, então efetuo o rDns somente para o dominio do cpanel dnsonly e os IPs do brasil e no dominio principal do registro.br adiciono as entradas ns1.meudominio.com e ns2.meudominio.com é isto?

            muito grato!

  • 25 de agosto de 2014 em 15:56
    Permalink

    Maclei por favor me desculpe mais uma vez!

    atualizei os DNs somente nos domínios principais esta correto?
    o domínio original aquele que uso para o servidor e com os endereços de IPs fornecidos pelo data center e seus reversos não mudei nada deixei como original, somente mudei os outros domínios é isto somente?

    dominio .com original servidor principal ns1.dominio.com ip e reverso não mudei
    ns2.dominio.com ip e reverso não mudei

    dominios hospedados no servidor todos mudados para os novos ns1 e ns2 do cpanel dnsonly

    Resposta
  • 25 de agosto de 2014 em 19:38
    Permalink

    Você acha que este procedimento melhora o SEO dos sites também?
    Muito obrigado pela atenção e muito sucesso para você!

    Resposta
    • 27 de agosto de 2014 em 8:16
      Permalink

      Sobre SEO não sei informar mas acredito que não mudará nada, nem pra pior nem pra melhor.

      Resposta
  • 1 de setembro de 2014 em 21:16
    Permalink

    Amigo, instalei o dns only em um servidor brasileiro, e apontei os DNs no registro.br com esses dois ips do vps brasileiro no entanto quando vou ping meusite.com.br mostra o IP do servidor no EUA, o dns only não esconde o verdadeiro IP do servidor mostrando a penas os ips do vps que ta o dns only?

    Resposta
    • 1 de setembro de 2014 em 21:47
      Permalink

      Nenhum servidor de DNS esconde o IP do servidor.

      Resposta
  • 19 de janeiro de 2015 em 8:20
    Permalink

    Bom dia,

    Estou com um problema usando 1 DNSOnly e 3 servidores em Cluster DNS, o que ocorre, é que as zonas se propagam para todos os 3 servidores, e não queria que isso acontecesse. Gostaria que as zonas do servidor 1, ficassem somente nele, no 2 somente nele assim por diante. Alguma sugestão ? ou o funcionamento do DNSOnly é assim mesmo ?

    Abraços e obrigado!

    Resposta
    • 19 de janeiro de 2015 em 19:42
      Permalink

      Não é assim não, o erro está na forma de configuração da forma como os servidores vão se comunicar entre si, reveja isso.

      Resposta
  • 22 de junho de 2015 em 10:55
    Permalink

    Posso usar o servidor de DNS Only para quantos servers quiser? O processo é o mesmo para add novos?

    Excelente tutorial. Parabéns!

    Resposta
    • 22 de junho de 2015 em 10:58
      Permalink

      Olá Henrique, você pode usar para quantos servidores quiser, ou melhor, para quanto servidores o hardware do DNS Only suportar!

      Resposta
      • 22 de junho de 2015 em 17:09
        Permalink

        Obrigado. Com a ajuda do tutorial eu consegui fazer funcionar, fiquei apenas com 2 dúvidas:

        O IP do DNS Slave do servidor eu mudo paa o IP do servidor do DNS only ou mantenho do mesmo jeito?

        Qual das opção eu devo usar: Standalone” ou Synchronize Changes” ?

        Resposta
        • 6 de julho de 2015 em 16:41
          Permalink

          Você tem que configurar o IP do servidor de DNS que estiver usando.

          Resposta
  • 19 de setembro de 2015 em 13:04
    Permalink

    Olá. Estou pesquisando um VPS para contratar e usar o dnsonly. Alguém sabe indicar um bom e barato no EUA? Obrigado

    Resposta
  • 2 de outubro de 2015 em 21:18
    Permalink

    A versão nova não tem alguns desses campos. Não consegui fazer.

    No WHM completo, o “master” tem só a opção de IP, usuário e chave.

    No WHM Slave tem todas as opções, mas não mostra o servidor que eu configurei, mesmo no WHM Master a conexão sendo bem sucedida.

    Tentei mudar o DNS de um domínio no registro.br e não reconhece o slave que está apontado para o VPS slave, só o master.

    Resposta
  • 21 de maio de 2016 em 20:00
    Permalink

    Ola eu tenho 2 vps,

    1º Master com 2 Ips
    2ª Slave com 1 Ip

    eu fiz as configuração, para o 2 servidor tudo ok, a minha duvida é eu vou ficar com 3 dns?

    ns1.master
    ns2.master
    ns3.Slave

    no servidor master eu tenho que add alguma informação nos dns sobre o servidor Slave? ou quando eu aplico o Synchronize all zones to all servers ele já faz tudo.

    Abraços

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *