Dicas sobre hospedagem de sites

A maioria dos que possuem servidores (virtuais ou dedicados) para hospedagem de sites, seja de um único site ou uma hospedagem compartilhada, usam os servidores de DNS Master e Slave no mesmo servidor onde os sites são hospedados. Isso pode parecer prático, mas está em desacordo com a norma RFC2182.

Resumindo, a norma RFC2182 diz que se deve possuir pelo menos dois servidores DNS separados geograficamente para abrigar todas as zonas de DNS de um servidor que esteja sendo usado para hospedagem de site.

Mas o que pode acontecer se não seguir estar regra? Poderá ocorrer perda de email, perda de posição no ranking do Google (e dos outros motores de busca) e até perda de visitas devido à domínios sendo relatados como inexistente.

Mas como isso poderá acontecer? A internet é formada por diversas redes e estas estão sempre caindo, seja por problemas nos cabos ou por problemas nos roteadores, sem contar uma ou outra indisponibilidade do servidor. Com os dois servidores DNS no mesmo servidor, se houver um problema com a rota para o seu site, por exemplo, o seu domínio vai dar como inexistente. Tendo dois servidores DNS separados, o DNS secundário vai responder que o site está temporariamente inacessível, e com isso o Google voltará mais tarde para indexar o seu site ou o email que seria perdido ficará retido até que o seu servidor volte.

Este é apenas um pequeno exemplo que mostra a importância de se seguir às recomendações da RFC2182. A possibilidade de perda de email por si só já seria suficiente para seguir a norma, mas há também a possibilidade de haver prejuízos nos sites de busca e no SEO do seu site.

Se o seu servidor usa o cPanel WHM você poderá resolver este problema facilmente. Você precisará de um VPS qualquer (pode ser um daqueles baratinhos) e do cPanel DNS Only, que será instalado neste VPS. O cPanel DNS Only foi criado para ser usado como servidor de DNS de qualquer servidor que esteja rodando o cPanel WHM.

No próximo artigo vou ensinar a instalar o cPanel DNS Only em um VPS e a configurá-lo para funcionar como servidor de DNS secundário.

Por Maclei Em 19/09/2011

4 respostas até agora

  1. […] de continuar o artigo sobre o cPanel DNS Only achei importante escrever algumas orientações de como você deve proceder durante a greve dos […]

  2. […] o meu artigo anterior, onde apresentei o cPanel DNS Only e a importância de se ter um servidor DNS secundário externo ao seu servidor principal, mostrarei […]

  3. Lucas disse:

    Muito interessante mesmo, eu estou com um servidor dedicado da LImestone a 6 meses e nunca me orientaram nada em relação a isto, hoje vi seu blog já contratei um servidor vps instalei o dns only e já configurei ele em cluster com meu dedicado, show de bola funcionou perfeitamente. Obrigado!

Escreva um comentário


  • RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Youtube

Publicidade

Facebook

Publicidade