Dicas sobre hospedagem de sites

Venho novamente com mais um assunto polêmico, e desta vez acredito que seja o assunto mais polêmico de todos, mas como sempre estou aqui para falar algumas informações sobre esses assuntos.

Primeiro quero alertar aos leitores do Blog do Host que muitas empresas de hosting dizem que tem servidores no Brasil, mas na verdade somente o site de vendas deles é que ficam no Brasil! Mas só após a contratação do plano que é possível saber se você foi enganado. Então tomem muito cuidado!

Bom, voltando ao assunto principal, quem possui servidores no Brasil faz de tudo para usar isso como marketing, inclusive distorcem algumas informações a fim de enganar ao cliente leigo, e olha que no ramo de hospedagem de sites existem muitos profissionais que trabalham há anos com hosting e até hoje não entendem essas particularidades!

O primeiro e mais grave erro, se é que podemos chamar de erro, é dizer que os sites hospedados no Brasil carregam mais rápido que os hospedados nos Estados Unidos. Alguns chegam a justificar isso com dados de ping. Realmente o ping de um servidor no Brasil é bem inferior ao de um servidor no exterior, como exemplo um ping médio aqui no Brasil é menos de 100ms, enquanto o de um servidor nos Estados Unidos pode chegar à média de 200ms.

Mas o que é o ping? Resumidamente, ele mede o tempo de resposta que o seu computador demora a encontrar e estabelecer a conexão com o servidor. E só isso. A partir daí o que manda na velocidade de carregamento da página é a velocidade do link, e neste quesito o Brasil come poeira… Aqui no Brasil temos um problema sério do custo do link, que chega a custar 20 vezes mais do que no exterior!

Com esse “pequeno problema” do custo do link, enquanto um servidor no Brasil possui em média link de 1Mbps, o mesmo servidor em um data center médio nos Estados Unidos tem 100Mbps de link! O que isso faz? Na hora que o navegador for abrir o seu site, podemos dizer que o servidor no Brasil vai ser equivalente a um Fusquinha, enquanto o servidor nos Estados Unidos vai ser um Porshe; mesmo que você consiga ligar o Fusquinha mais rápido o Porshe vai te passar nos primeiros 100 metros!

Outro detalhe muito importante é em relação ao equipamento, do servidor em si. E neste caso prefiro dar um exemplo real para lhe deixar abismado! Em um determinado data center de pequeno porte do Brasil (não vou dizer qual é o data center para não gerar especulações), um servidor Sempron 140 2.7GHz com memória de 1GB e disco rígido de 320GB custa R$199,00 mensais. Já na Hivelocity, um data center de nível médio e bem recomendado, com R$198,90 (US$117,00 e usando a cotação do dólar como R$1,70, acima da cotação real de hoje) você tem um servidor Core 2 Quad Q8200 2.33GHz, 4GB de memória e disco rígido de 500GB!

Existem outros fatores, alguns apelam pelo patriotismo por que devemos valorizar as empresas brasileiras e todo aquele blá blá blá que já conhecemos. Mas diante de apenas os dois fatos que escrevi acima, fica claro que é muito difícil valer a pena ter um site ou um servidor no Brasil. E como os custos são bem maiores, você ainda por cima acaba pagando bem mais para ter menos qualidade e velocidade e, mais aborrecimentos…

Deixe a sua opinião sobre o assunto nos campos de comentários logo abaixo, mas uma coisa é certa: os fatos expostos acima são a pura realidade. Já a opinião de não valer a pena, bom, é pessoal, mas diante dos fatos…

Por Maclei Em 14/05/2011

20 respostas até agora

  1. Olha, vou falar da minha experiência pessoal… hoje eu tenho na minha hospedagem servidor no Brasil e nos USA e realmente os sites hospedados no Brasil carregam muito mais rápido que os do USA, PORÉM (e sempre há um porém), como você mesmo citou sobre o link, um link de 2Mb pode até ser suficiente pra uma quantidade limitada de sites e quando uma empresa pega uma tonelada de sites e atocha num link de 2Mb o carregamento dos sites ficam muito mais lentos que os do USA, então, não adianta nada o seu ping ser baixo se o seu link tá afunilado de uma forma que você não consegue enviar ou receber nada do site.
    Eu tive sorte com a empresa que me fornece a revenda do Brasil pois eles sabem quantificar bem esse espaço do link com a quantidade de sites hospedados embaixo desse link.
    É importante lembrar também que grande parte da culpa de um site hospedado em um servidor dos USA carregar mais lentamente é da qualidade dos links do Brasil que na maior parte do tempo trabalham sobrecarregados. Se vocês fizerem um teste, verão, por exemplo, que a conexão de qualquer país do mundo com o Brasil é extremamente porca… os sites hospedados no Brasil acabam ficando limitados a usuários do Brasil pois se você hospedar um site no Brasil e depender de acesso de outros países a coisa complica.

    Concluindo… servidor no Brasil é bom sim se a empresa que te fornece a infraestrutura é boa e sabe lidar com a divisão de link corretamente, caso contrário você vai ter um ping baixo mas o carregamento do site vai ser sofrível.

    • Maclei disse:

      Guilherme, você citou outro ponto importante sobre este assunto. Realmente para poucos sites, ou apenas um site com poucos acessos, o link pequeno dá conta do recado. Acho que o fator determinante não é a quantidade de sites e sim a quantidade de acessos que o servidor vai ter, nós sabemos que existem sites que precisam de apenas um servidor para eles, muitos sites precisam de vários servidores.

      Mas como você disse, depende da empresa que lhe fornece este servidor, se ela encher o servidor de sites o link vai deixar todos os sites lentos. Para você ter uma idéia, é tido como ponto ideal que um servidor tenha em média 400 sites, mas na realidade costumam colocar mais do que isso! Se a empresa que possui um servidor com um link desses for usar essa média pode ter certeza que este servidor vai ter uma conexão bem lenta.

  2. Andre Sampaio disse:

    Estou pesquisando servidor dedicado nos EUA. Realmente o preço é ridiculamente inferior e o equipamento muito superior.
    Quais vocês recomendam para hospedar sites brasileiros?

    obrigado

    • Maclei disse:

      André, a recomendação sempre vale para os data centers de maior credibilidade e porte. Uma recomendação cautelosa seria a Softlayer (que comprou a The Planet), mas existem outros data centers de boa qualidade.

  3. Cara achei o seu blog muito interessante e informativo, quero deixar a minha opinião aqui.

    Justamente esta questão de servidor com qualidade o Brasil fica muito a desejar pois em relação a custo beneficio é preferivel contratar um servidor num outro país, claro que temos problemas com a lingua mas nada que um tradutor on-line não resolva.

    Pense bem hoje tenho um servidor dedicado no canadá de 8GB de Ram, 2x 1000 Hd processador I3 10.000 de trafégo 100mbps, pago atualmente cerca de 300,00 a 350,00 Reais por mês. Quanto seria este mesmo servidor aqui no Brasil? 600,00? 700,00?

    Infelizmente os impostos pagos para o governo é um dos fatores de termos que pagar valores altissimos aqui no Brasil.

    • Maclei disse:

      Melquisedeque, foi justamente o que falei no texto, servidores no Brasil é apenas marketing e para quem não entende do setor, pois sabemos que isso não influencia no desempenho da maioria dos sites. Essa sua configuração aqui no Brasil deve sair por mais de 2 mil reais, pois aqui o preço do link de 1mbps é de pelo menos 100 a 150 reais.

      • Caro Maclei, fiquei super assustado com o valor médio que você deu da mesma configuração que utilizo se fosse contratar aqui no Brasil, dessa forma vou ficar no canadá por um bom tempo. rsrsrs

        Mas mesmo assim ainda existem empresas que preferem contratar um servidor aqui no Brasil, conheço pessoas que dizem que para trabalhar com Streaming de aúdio e vídeo tem que ser daqui do Brasil por causa do PING, rsrsrs, mas e como fica a banda? e o trafégo gerado pelo streaming? Para mim isso é barca furada.

        Parabéns pelo seu blog já salvei como favorito.

        • Maclei disse:

          Essa desculpa de ping é típica de quem não conhece o assunto ou de quem está fazendo propaganda sem falar toda a verdade… e mesmo assim não se pode chamar de propaganda enganosa pois como o ping é melhor, o servidor no Brasil é achado mais rapidamente, mas na hora de transmitir os dados… É igual a comparação que fiz: você entra em um Fusca e o liga mais rápido que em uma Ferrari, que exige um certo contorcionismo para você se acomodar, mas depois que liga a Ferrari… 😉

  4. Diego disse:

    O Guilherme falou tudo!

  5. […] escrevi o artigo comparando os servidores nacionais com os que ficam em outros países, reparei que a maioria dos […]

  6. Roberto disse:

    Parabéns! finalmente uma discussão de alto nível. Justamente vou ter que decidir entre hospedar alguns sites no Brasil ou no exterior. Para mim, não é fácil decidir isto. Vejamos: primeiro consultei nos USA e me falaram do ping. Usei e vi que as companhias brasileiras, obviamente ganham de goleada das dos outros países. Mas está a questão que vocês do link que vocês discutem e também do tráfego que terá cada site. Mas ainda há outras considerações tais como: o suporte técnico. Por sorte sou completamente fluente em inglês, mas e quando eu não esteja disponível? embora estou ensinando inglês a alguns dos que cuidarão isto, sabem como é… leva muuuiiitooo tempo para tornar-los fluentes e para que discutam de igual para igual com um cara do suporte nos USA vou ter que pedir ajuda a Deus! Ademais, como estou aqui, só posso saber das empresas de fora pela Net. Estando aqui só leio e pesquiso sobre elas na Net. Se estivesse lá, já saberia quem é quem… A diferencia de preços é grandes, em média, 3 vezes mais pelo que pesquisei. Eu sou pequeno, isso, a longo prazo, vai drenando recursos que poderia aproveitar para outras coisas. O software que preciso compro mais barato direto nos USA e faço download. O mesmo software aqui me custa mais, sem dúvida. Realmente amigos, vocês tocaram num assunto que está me dando sarna para coçar. Obrigado pelas informações. Roberto

    • Maclei disse:

      Roberto, a questão do suporte é pouco relevante, se a pessoa já tiver um conhecimento de inglês a nível técnico (fácil para qualquer um que começou na época onde não existia software em português, ou quem usa distribuições Linux na língua inglesa) o Google Translate já ajuda. Mas a grande questão é que se você contratar um servidor em um bom data center você não vai precisar de suporte técnico nunca.

  7. Roberto disse:

    Muito obrigado pelas dicas Maclei. Então o problema seria encontrar um “bom data center”. Como saber qual data center é realmente bom? Falei com alguns colegas dos USA e cada um indica uma host company diferente. A gente fica parado sem saber como decidir… de qualquer maneira, agradeço muito as dicas. Roberto

    • Maclei disse:

      Existem diversos data center bons, mas a Softlayer é considerado o melhor de todos por muitos, então com a escolha dela você consegue diminuir muito a chance de problemas. Mas existem outros, mas aí tem que pesquisar bastante.

  8. Aline disse:

    cara obrigado, Obrigado pela dica! Me ajudou muito, quase cai numa roubada!

  9. Rodolfo disse:

    Alguem poderia me responder se revendas de hosts do DimeNoc (ou Hostdime) são bons ?

  10. Pedro disse:

    Compensa também em iniciar com um cloud, já que as empresas estão em uma batalha de concorrência e derrubando os preços.

  11. Carlos disse:

    legal esse post

  12. almydf disse:

    é uma questao complicada, ja tive pessimas experiencias tanto no Brasil quanto la fora

Escreva um comentário


  • RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Youtube

Publicidade

Facebook

Publicidade