Dicas sobre hospedagem de sites

A operadora de telecomunicação Oi anunciou nesta terça-feira o lançamento de seu serviço de computação em nuvem (“cloud computing”), chamado de Oi Smart Cloud. O produto oferecerá infraestrutura para armazenamento e processamento de informações para o mercado corporativo.

O foco da companhia são as grandes empresas, que terão acesso à infraestrutura de data center e a soluções E2E (“end to end”, fim a fim). Um dos diferenciais do Oi Smart Cloud em relação a outros serviços de computação em nuvem, segundo a operadora, é que a cobrança será feita de acordo com o consumo, como uma conta mensal de telefone, o que deve resultar em economia de custos, prazos e infraestrutura de tecnologia.

Centro de Operação do Oi Smart Cloud

Centro de Operação do Oi Smart Cloud

“A Oi é a pioneira entre as operadoras de telecom a lançar a solução de cloud computing no seu portfólio”, diz Maurício Vergani, diretor da unidade de negócios do corporativo da Oi. O serviço, segundo ele, faz parte da estratégia de reposicionamento das unidades de negócio, empreendida no ano passado pela operadora. “A ideia é que o serviço de TI tenha uma participação cada vez mais relevante no mercado corporativo”, afirma. Nesse segmento, a empresa oferece serviços de telefonia fixa, móvel, redes de dados e soluções em TI.

Para lançar o Oi Smart Cloud, a companhia investiu até agora R$ 30 milhões, segundo Vergani. Estão previstos mais dois novos aportes, para dar andamento às duas novas fases do serviço: colaboração e comunicação unificada, que deve ocorrer ainda em 2012, e softwares, sem data prevista de lançamento.

Com o serviço de computação em nuvem, a Oi prevê que a receita com data center dobre nos próximos três anos. Para toda a unidade de corporativo, a operadora quer crescer acima da média do setor – o segmento de telecomunicações deve registrar expansão de aproximadamente 7% ao ano, segundo Vergani.

“O País vive o crescimento econômico sustentável e é natural que a procura por nuvem cresça,” diz o diretor. De acordo com levantamento da consultoria IDC, o mercado brasileiro de computação de nuvem deve movimentar R$ 1 bilhão até 2014 e registrar crescimento anual de quase 70%. A expectativa é que até 2013, 35% das grandes empresas usem esse tipo de serviço.

O Oi Smart Cloud será apresentado a clientes a partir da próxima terça-feira (7) – a companhia tem como alvo principal um total de 15 mil grandes empresas que já tem possuem algum tipo de serviço da Oi. “O cloud por si só, em seu modelo de negócios, representa redução de custos”, diz Vergani.

Além disso, a Oi também aponta como diferenciais de seu serviço a segurança do Oi Smart Cloud, que possui três diferentes barreiras (firewalls) contra ataques, o histórico de relacionamento com clientes e sua experiência com o serviço – a companhia usa o modelo de computação em nuvem nas suas operações desde 2005.

Por Maclei Em 02/02/2012

Escreva um comentário


  • RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Youtube

Publicidade

Facebook

Publicidade