O seu host está preparado para enfrentar um furacão?

Muitos podem estar se perguntando seu eu estou louco em perguntar aos brasileiros que possuem empresas de hospedagem de sites se as suas empresas estão preparadas para um furação. Mas na verdade todos deste mercado têm que se preocupar muito com isso.

Vista de New York com furacão Sandy ao fundo

Vejam o que está acontecendo agora com relação ao furacão Sandy, que ao tocar a costa se transformou em uma tempestade tropical muito forte. Muitos de nós temos servidores fora do Brasil (acredito que seja a maioria), e com certeza a maioria tem servidores nos Estados Unidos ou no Canadá, que são os dois países atingidos pelo Sandy.

Vários datacenters tem sofrido bastante com o Sandy, mais notadamente em New York e New Jersey, onde os prédios tem sérias restrições quanto ao armazenamento de combustível em seu interior. Vejam o caso da Peer1: o prédio onde ela fica instalada está com o subsolo totalmente alagado, onde justamente seria armazenado os combustíveis para o seu gerador. Os funcionários estão tendo que subir de escada com galões de combustíveis para manter uma parte do datacenter funcionando! A InterNAP também possui um datacenter neste mesmo prédio e passa pelo mesmo problema.

Agora pergunto a você, caro leitor: você tem um servidor na Peer1 e contratou o seu serviço de backup em uma empresa que tem os seus servidores na InterNAP do mesmo prédio, como fica a sua situação, ou melhor dizendo, como ficam os seus clientes?

É muito importante termos redundância e espelharmos os nossos servidores diferentes regiões, bem distantes uma das outras. Ter o seu serviço principal em New York, e o seu backup na Califórnia é uma boa pedida, mas se os dois servidores estiverem em continente separados a segurança será bem maior.

Mas não são apenas os equipamentos que correm riscos, não podemos esquecer que a mão de obra que os mantém funcionando poderá falhar. Ainda tomando como base o Sandy, podemos ver que as cidades atingidas estão praticamente isoladas, o metrô está submerso e os aeroportos ficaram fechados. Assim não há como os funcionários do datacenter chegarem ao trabalho para manter os servidores e a rede funcionando corretamente.

Faço novamente a pergunta de uma forma mais genérica: a sua empresa de hosting está preparada para enfrentar desastres da natureza (furacão, terremotos, enchentes ou deslizamentos)?

Maclei

Trabalhando com informática a mais de 22 anos, e com internet desde 1999, não costumo esconder o jogo e odeio panelinhas e a falta de verdade que alguns insistem em praticar no mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *