Dicas sobre hospedagem de sites

Importante! É permitido a reprodução desta dica desde que seja mantido o conteúdo intacto e seja citado o autor e o link para este artigo aqui do Blog do Host.

Quando escrevi o artigo comparando os servidores nacionais com os que ficam em outros países, reparei que a maioria dos servidores nacionais não possuíam limites de transferência, mas havia um limite na velocidade da porta de rede do servidor. Muitos possuem limites de 1 Mbps (um megabit por segundo), outros de 2 e até alguns de 4 Mbps, fugindo um pouco do “padrão” de 10 ou 100 Mbps que encontramos em outros países.

Mas como saber qual é o limite real de transferência? Quantos bytes são transferidos mensalmente em uma porta de 1 Mbps? Com o objetivo de responder a estas perguntas, resolvi escrever este artigo para orientar melhor sobre os limites de tráfego informado pelos vendedores de hospedagem e servidores em geral.

Tendo definido o objetivo, resolvi fazer um pequeno cálculo para mostrar o máximo de transferência real que um determinado tipo de conexão permite, assim poderemos saber se o valor que dizem como limite de transferência na verdade é o limite da própria conexão de rede, ou poderemos saber o limite que um determinado tipo de conexão tem.

Lembro que os valores abaixo são a quantidade de dados teórica que as conexões podem transferir. Mas na prática eles são menores, mas já dá para ter uma noção exata de como funciona toda a coisa.

Conexão de 1 Mbps:

Como o próprio nome diz, em 1 segundo ocorre a transferência de 1 Megabit, portanto em 1 minuto temos a transferência de 60 Mbits. Resumindo o cálculo, temos:

1 hora = 3.600 Mbits (60 * 60 minutos)
1 dia = 86.400 Mbits (3.600 * 24 horas)
1 mês = 2.592.000 Mbits (86.400 * 30 dias)

Totalizando, em um mês teremos:

Total mensal em Gigabits: 2.592 (2.592.000 / 1.000)
Total mensal em Gigabytes: 324 (2.592 / 8)
Total mensal em Terabytes: 0,31 (324 / 1.024)

Aqui vale uma observação sobre os cálculos: tomei como base um mês composto de 30 dias; 1 Gigabits equivale a 1.000 Megabits; 1 byte equivale a 8 bits, portanto dividindo qualquer resultado em bits por 8 obtêm-se o valor equivalente em bytes; e 1 Terabyte equivale a 1024 Gigabytes.

Voltando ao assunto principal, podemos ver que uma conexão de 1 Mbps só tem capacidade de transferir 324GB. Agora vejamos como exemplo uma oferta de um servidor nacional com link de 4 Mbps, que, seguindo o exemplo acima, tem capacidade máxima para transferir 1.296GB (4 * 324). O mesmo servidor possui um HD de 320GB. Em hospedagem de site temos como um “padrão” de mercado a equivalência de 1/10 do espaço em disco/transferência mensal. Então, se o plano de hospedagem oferecer 1GB de espaço em disco terá 10GB de transferência mensal.

Já perceberam o problema? Não?! Explico: seguindo o exemplo e a equivalência de 1/10, se este servidor for usado para hospedagem de site, ele teria que ter a capacidade de transferir pelo menos 3.200GB mensais, mas ele tem a sua capacidade limitada pela sua conexão de rede, e só consegue transferir 1.296GB!

Bom, espero que tenha conseguido ensinar a vocês como calcular a quantidade de dados que uma conexão pode transferir, e que este conhecimento possa ajudá-los a escolher um servidor corretamente.

Por Maclei Em 28/06/2011

11 respostas até agora

  1. Olá Maclei, novamente com mais um post muito interessante e mostrando novamente que os servidores brasileiros infelizmente deixam muito a desejar, gostaria de saber de vc como podemos fazer o calculo de trafégo de um streaming de aúdio com taxa de 64 bits, pois verifiquei que em meu server que tenho um cliente que possue cerca de 40 a 50 ouvintes por dia e o trafégo gerado numa semana é de 1GB, como posso saber qual é o trafego gerado por cada ouvintes? simplesmente divido o valor de 1000 por 50 ? Essas informações de quanto cada ouvinte vai gerar de trafégo é importante para podermos colocar tudo no valor do serviço.

    • Maclei disse:

      Melquisedeque, obrigado pelo elogio, isso me motiva a continuar escrevendo para ajudar as pessoas.

      Quanto a sua dúvida, acredito que para achar a quantidade de tráfego gerado por ouvinte bastaria dividir a quantidade de dados transferidos pela quantidade de ouvintes. Mas vamos deixar que os mais experientes confirmem ou expliquem melhor isso.

      • Olá Maclei, temos que realmente valorizar as pessoas que estão dispostas a compartilhar o seu conhecimento, pois na maioria das vezes algumas pessoas só querem lucrar e esquecem que no inicio elas também tiveram pessoas como você para auxiliar no aprendizado.

        Volto a dizer que se precisar posso dar algumas dicas também, não sou expert mas acredito que tem pessoas que tem dúvidas que eu possa ajudar. Caso deseje me add no msn para conversarmos é o mesmo que utilizo no meu e-mail. Valeu

  2. Marcelo Campos disse:

    Vou salvar nos favoritos, agora sei calcular transferencia.

  3. Pedro Henrique disse:

    Ótima explicação a sua e consegui entender como calcular a transferência dos servidores que é mostrado poraí.

  4. webins disse:

    Em anos de experiencia nunca prestei atenção a isso, boa aula.

  5. Saulo disse:

    Posto muito bom!
    A explicação sobre o cálculo da banda é muito importante principalmente na hora de escolher um servidor novo. Geralmente agente não dá muita atenção pra isso e fica mais focado no espaço em disco e recursos, mas com esse post aqui já é possível uma visão mais limpa de tudo o que envolve o desempenho de um servidor de web e com isso contratar-se serviços bem melhores.

    show mesmo!!!

    abração!

  6. Mario da Silva disse:

    Olá, parabéns pelo post. Eu gostei bastante, por isso gostaria de exigir um poquinho mais do seu conhecimento e perguntar se você sabe como eu montaria uma tabela de tráfego com serviços de uma rede. por exemplo:

    Serviço Tráfego (Mbps)

    ftp ?
    dns ?
    impresão ?
    backup ?
    dhcp ?
    web ?
    e-mail ?
    arquivos ?

    Mais uma vez, obrigado.

    • Maclei disse:

      Mario, esse tipo de dado que você quer só é obtido utilizando um software de monitoramento de rede.

      • Mario da Silva disse:

        Bom, o problema é que eu estou fazendo um projeto de rede, por isso não tenho como saber isso agora. Eu precisaria desse tipo de informação para contratar o link da operadora e para saber qual a potência dos equipamentos eu vou precisar na minha rede (switch, roteador, servidor, cliente, service access point, etc.).

        Obrigado.

Escreva um comentário


  • RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Youtube

Publicidade

Facebook

Publicidade